Como eu pedi demissão do emprego que eu gostava

agosto 19, 2016


Estou para escrever esse texto há um tempo, mas tinha decidido esperar pra falar desse assunto aqui. Porém quarta-feira eu li um texto que me inspirou e que tem muito relação com a minha história, inclusive recomendo que todos leiam aqui. Então eu cheguei a conclusão que eu não precisava esperar algo dar certo pra que eu pudesse compartilhar aqui, porque a vida simplesmente acontece. Se minhas escolhas derem errado ou se eu por acaso me arrepender, tá tudo bem do mesmo jeito.

Escolher sair do emprego que eu tanto gostava foi a segunda decisão mais difícil da minha vida, durante esses “longos” 22 anos de idade risos, mas eu tenho plena consciência que é apenas um ciclo e que muitos desafios ainda virão, afinal, viver é isso, não é mesmo? Foi uma escolha entre a minha carreira a longo prazo, e algo que eu realmente acredito. As pessoas normalmente andam no caminho X querendo chegar no Y, e fazem essa caminhada frustradas, infelizes e muitas vezes se lamentando. Reclamam de muito trabalho, que não gostam do que fazem, dos horários que precisam cumprir e várias outras coisas que as incomodam, sem fazer absolutamente nada para mudar isso. E querem saber a parte mais triste? Muitas nunca alcançam o caminho Y, e no final de suas vidas se lamentam por tudo que gostariam de ter sido e feito.


Minha decisão não foi de “rasgar o rg” ou queimar dinheiro no maior estilo Into the Wild. Mas sim de definir prioridades e acreditar que o que irei fazer vai dar certo. Eu escolhi sair da área porque talvez passar horas dentro de uma agência fazendo uma campanha, que mesmo que muito legal, não vai me fazer tão feliz quanto ir à praia e me aventurar tentando pegar umas ondas. Decidi porque 3 anos, ou até mais, pra chegar no auge da minha carreira, não vai valer eu ter deixado de viajar o mundo afora. Tomei essa decisão porque, pra mim, não faz sentido não ir atrás dos meus sonhos. Qualquer empresa sempre irá encontrar outros funcionários, porque além do mais, mão de obra é substituível, mas o sonhos de cada um não.

Apesar de ser absurdamente clichê, não deixa de ser uma verdade: a vida é muito curta e uma só. O que você quer pra sua vida é muito diferente de o que você faz com a sua vida. Sentir medo do fracasso só te distancia do seu sonho, e se você errar pode recomeçar quantas vezes precisar. O que os outros vão pensar não importa, eles além de não terem nada a ver com suas atitudes, também as esquecerão em menos de um mês. Chega de ser seu próprio obstáculo.


E foi assim, com dor no coração por tanto gostar do lugar que me acolheu, que me ensinou e que me deu de presente amigos incríveis para a vida toda, que eu pedi demissão. Sem nada definido, sabendo que pra ir atrás dos meus sonhos eu precisava apenas fazer algo diferente. Confesso que deu medo, o coração disparou, as lágrimas caíram e eu até pensei em desistir, mas isso, meus amigos, se chama zona de conforto e é exatamente dela que eu quero sair. Ninguém pode voar com medo de tirar os pés do chão.

Eu fico muito feliz com tudo que eu aprendi e realizei na agência e essa sensação de missão cumprida não tem preço. Mas agora eu vou voar pra mais longe, talvez um dia minha rota volte a ser na publicidade, e se for, eu também vou ficar muito feliz. Mas enquanto isso, eu vou aproveitando a vista, o voo e a vida. E você que acredita em algo, seja o que for, na sua carreira ou fora dela, não espere. Tome coragem e apenas faça.

Obrigada de coração por tudo, Vaca Roxa e amigos! <3

Um beijo.
Carol.

You Might Also Like

10 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, Carol, que história! Seguir nossos sonhos pode parecer muito fácil nas nossas cabeças ne, mas passar por isso tudo é realmente colocar eles em prática. Eu já errei bastante na escolha dos estágios - falta um ano para formar, finalmente! - e eu penso muito nisso que você falou. Quero muito ter uma carreira que seja estável com aquilo que eu gosto, que é o meu blog, mas eu gosto muito de jornalismo, que é o curso que eu faço. Fico dividia entre sonhos. Complicado ne? :( Tomara que os posts no blog fiquem mais frequentes, em? Vou amar ler todos. Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Aí Carol ��. Chorei sksnskdj to fazendo dois estágios, um de manhã na minha cidade, saio meio dia e vou almoçar pra pegar o ônibus para o outro estágio que é na cidade vizinha. Não gosto do primeiro, não quero fazer isso que faço lá para o resto da minha vida, todas as manhãs é uma aflição pra ir lá... E não tenho mais tempo pra nada, não tenho tempo pra viver e isso vem me afligindo de uma forma gigantesca. Continuo lá porque sou uma covarde que não tem coragem de dizer: "não ta dando, preciso de tempo pra mim"... Te admiro por ser tão corajosa!

    ResponderExcluir
  4. Que coragem extraordinária, chegar na cara dura e pedir demissão, parabéns minha linda. Por enquanto eu apenas estudo, mas futuramente penso em ser Engenheira Agrônoma, mas o meu problema é que eu sou muito indecisa, uma hora quero uma coisa, outra hora quero outra, vamos ver né!

    partiufuturo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Que coragem extraordinária, chegar na cara dura e pedir demissão, parabéns minha linda. Por enquanto eu apenas estudo, mas futuramente penso em ser Engenheira Agrônoma, mas o meu problema é que eu sou muito indecisa, uma hora quero uma coisa, outra hora quero outra, vamos ver né!

    partiufuturo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Também li esse texto da Ruth e desde então, minha cabeça está burbulhando em pensar nesse assunto. Também sou de comunicação e sou estagiária de assessoria, queria muito a coragem que você teve (e que eu já tive um dia - de largar o emprego pra correr em busca dos meus sonhos). Também sinto como se tivesse desgastada, dever cumprido... Torço pra que você consiga realizar seus sonhos e que seja muito feliz! Beijo ♥

    www.vestidinhojeans.com ;)

    ResponderExcluir
  7. Carol em primeiro lugar estou com sdds kkk!!! Vc é só orgulho Carol simples assim uma pessoa simples que transforma as pessoas e os lugares por onde passa, eu tenho vc como um fonte de inspiração e como uma grande amiga mesmo não tendo vc por perto e sempre leio suas postagem e assim e como se tivesse estado co vc sempre!!! te desejo toda sorte do mundo bjus

    ResponderExcluir
  8. Que história!! ♥
    Realmente seguir nossos sonhos não são nada fácies mas vale a pena!
    http://eleteescolheuatos29.blogspot.com/
    http://blogdajubortoli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Queria dizer que eu NECESSITAVA ler este tipo de coisa. A tua história além de me inspirar ME DEU CORAGEM.
    Essa coisa de ir pelo x querendo chegar no y é muito a minha pessoa, mas eu não fazia isso por fazer era medo do que as pessoas (minha família) iriam pensar de mim. Meus irmãos, todos executivos muito bem realizados financeiramente, imagina como eles reagiriam se eu dissesse "então, vou fazer faculdade de web designer, também vou ser freelancer e blogueira" Eu sei que iriam ficar de muito blá blá blá no meu ouvido. Mas é como você mesma disse: não faz sentido não ir atrás dos nossos sonhos.
    Ah, muito obrigada por ter compartilhado isso com a gente. De verdade <3

    ResponderExcluir

Google +

Subscribe