Como encontrar alguém para dividir apartamento

agosto 10, 2016


Já contei pra vocês que pra sair de casa a gente precisa dar um passo de cada vez, né? Então, resolvi trazer dicas de como encontrar alguém bacana pra juntar as panelas, mais conhecido como roommate

Do último post pra cá, eu já me mudei e tive que começar a jornada de caçar alguém pra dividir apartamento. Afinal, ninguém usa um aviso por onde passa escrito ‘oi, quer dividir aluguel comigo?’, mas eu descobri alguns meios bem legais de como encontrar um roommate.

O Dada Room é um site todo moderninho com um layout à la hispter que te ajuda a encontrar pessoas para dividir apartamento. Eu realmente posso afirmar que ele funciona, pois através dele que eu encontrei o meu novo lar. Ele é bem simples de mexer, você preenche um perfil, conta um pouco do que gosta de fazer e etc e tal, e depois cria um anúncio para procurar um apê ou ofertar uma vaga no seu. Super recomendo! 

Outras opções de sites/aplicativos para dividir apartamento são o Web Quarto, Moove In e Easy Quarto. Por serem sites maiores você irá encontrar pessoas de todos os tipos, o que pode ser bom ou não, por isso vale a pena fazer um pente geral fino na hora de escolher os filtros. Apesar de não ser a proposta do site, o Airbnb também pode quebrar um galho se você for ficar fora de casa por um período curto.


Além disso, existem vários grupos fechados no Facebook para a galera que procura alguém dividir apartamento. Esses são alguns que eu participo: Dividir Apartamento SP, Dividir Aluguel São Paulo e Dividir Apartamento em São Paulo. Pra quem for de outros estados é só dar uma busca com essas palavras chaves, que com certeza vai aparecer um grupo bacana pertinho de você. Depois é só mandar a solicitação para entrar e aguardar a aprovação do moderador. Dica importante: é sempre mais fácil encontrar apês perto de universidades, só que muitas vezes esses têm uma pegada de república, o que eu particularmente não gosto.

Bom essas foram algumas dicas de como encontrar alguém pra dividir apartamento. Claro que também é muito importante conversar bastante e se sentir confortável com o seu futuro roommate, além do mais, vocês vão passar muito tempo juntos. Se por acaso ficar com alguma dúvida ou sentir algo estranho, tenha calma e procure melhor outra pessoa. Me contem nos comentários o que acharam e deem sugestões para o próximo post de ‘Saí de Casa, e agora?’, que eu vou adorar compartilhar mais temas com vocês.

Um beijo.
Carol.

You Might Also Like

0 comentários

Google +

Subscribe