A influência da moda em nossas vidas

maio 30, 2014

A moda tem mais influência sob nós, do que podemos imaginar.


Acordar ainda que com sono, desligar o despertador que parece tocar ainda mais alto pela manhã, tomar banho, escovar os dentes, tomar café – se já não estiver atrasado – escolher alguma coisa no armário para vestir e sair. Essa é a pequena rotina diária de muitas pessoas pela manhã. E por ser então uma rotina, acredita-se que o fato de vestir saias e vestidos em dias ensolarados, ou roupas escuras e uma bota de cano alto quando está frio, não tem relação alguma com a moda em si. Errado!
Qualquer mero mortal habitante em territórios capitalistas – até os que estão fora correm “perigo” – é uma vítima da moda e mais do que isso, um consumidor ativo dessa indústria gigantesca. E talvez, não saiba a importância desse segmento e a facilidade com que ele entra na vida das pessoas, de modo tão natural.

“Eu vi esse sapato, achei confortável e gostei. Mas não sou muito ligada à moda”, só que aqueles sapatos há algumas temporadas atrás foi destaque principal da coleção daquele super designer, nas passarelas da semana de moda de Paris, nos pés daquelas super modelos, para depois se tornarem inspiração para outros designer, para então serem os queridinhos das fashionistas mundo a fora, para ainda depois serem simplificados e despersonalizados pela indústria que realizou uma produção em série do item, para finalmente colocar em lojas com valores acessível à grande massa, onde existem inúmeras opções de cores e texturas o que faz você acreditar que está livre da moda ao tomar suas decisões de compra tecnicamente, sozinha.

É claro que, a publicidade que surgiu logo depois contribui, e muito, para a difusão do setor de moda, influenciando e incentivando o consumo. De modo a fazer você acreditar que sim, seu sapato tem que combinar com a sua bolsa, e não, não é elegante você repetir roupas em festas, e é claro você precisa de uma roupa para passear obviamente diferente da do trabalho. Sem contar como de forma repetida, destacam todas as inúmeras qualidades que aquele produto tem, e como ele incrivelmente pode mudar sua vida – até lançarem mais um produto que muda a sua vida e mais um pouco - o convencendo que você não pode deixar de tê-lo.


Depois de comprovar que todos fazemos parte do sistema e que é impossível sair dele, me sinto mais à vontade para simplesmente adorar a moda, essa incrível forma de comunicar e se expressar sem dizer uma palavra sequer. Como quando uma menina passa na rua usando um cardigan de corações e você concluí “delicada e romântica”, uma mulher com um vestido de bom corte e sapatilha “elegante sem abrir mão do conforto”, uma jovem com um jeans rasgado e uma t-shirt “não ligo muito para o que pensam de mim”. Sim é incrível e eu poderia observar e analisar as pessoas que passam com pressa em cerca de 15 segundos a minha frente, pelo simples fato de suas roupas estarem gritando sua personalidade. Assim a moda prova que é além de um rostinho bonito, quer dizer, um sapato bonito, uma calça bonita, uma bolsa bonita...

Qual a relação de vocês com a moda? São consumistas? Comente...

You Might Also Like

0 comentários

Google +

Subscribe